Google
 

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Manuel da Silva Gaio

Disse-me um dia à mente o Coração:

 Disse-me um dia à mente o Coração

"Quando me lembro que os fogos da Quimera

Teu amor imolei, fria Razão,

Logo um vago terror me aflige e altera;

Porque temo não vás, fada severa,

Para agora punir minha traição,

Do teu porto negar-me a paz austera

Ao ver-me naufragante da Ilusão!"

Mas a Razão, serena, respondeu:

"Descansa, Coração; se me traíste,

Já meu alto ditame te absolveu,

 

Pois li sempre através do que tentaste

Na mentira de quanto possuíste

A verdade de quanto desejaste".

1 comentário:

Valter Montani disse...

Boa tarde,

Parabéns pelo blog e lista de excelentes poetas portugueses, também escrevo poesias aqui no Brasil, se quiser conhecer meu blog:
http://valterpoeta.blogspot.com

ficarei honrado com sua visita.

saudações poéticas

Valter Montani